Procedimentos

Deformidades do tórax

As principais e mais conhecidas, são o “Pectus carinatum”também conhecido como “peito de pombo” e o “pectus escavatum”, em ambos, ocorre uma deformidade nas cartilagens costais, no local onde elas unem as costelas ao osso esterno, esta alteração é Congênita e de mecanismo ainda totalmente desconhecido. Na primeira situação, estas deformidades projetam-se para frente, causando uma elevação da parede torácica anterior, e na segunda situação, projetam-se para traz, no sentido da coluna.

Dependendo do seu grau de intensidade, produz um efeito estético menor ou maior, esta alterações, na grande maioria das vezes não acarretam transtornos de saúde ou limitações às atividades diárias, porém pode promover, no caso do pectus escavatum, desde desvio das estruturas intra torácicas, reduzindo a capacidade pulmonar,   podendo ainda, em casos mais raros, associar-se a síndromes sistêmicas como Poland, Marfan, etc.

No entanto, a principal repercussão do pectus, refere-se à limitação social e psíquica imposta ao indivíduo, principalmente na adolescência, quando a deformidade torna-se mais evidente.

O tratamento, quando indicado, é sempre cirúrgico, seja através da implantação de barras metálicas, transitórias, até a cirurgia de remodelação.