Procedimentos

Catarro com sangue (hemoptise)

Trata-se da eliminação de sangue através das vias aéreas inferiores, ou seja, da laringe, traquéia, brônquios e pulmões, na maioria das vezes, ocorre em pequena quantidade, porém, em alguns casos, este sangramento, quando originado de uma região do pulmão muito profunda, ou de uma cavidade pulmonar, pode se acumular e ser expelida de forma única em uma quantidade maior.

Diante de um quadro de hemoptise, é interessante que o paciente procure anotar detalhes de seu acontecimento, como: horário, numero de vezes ao dia, quantidade, associação com febre, perda de peso, calafrios, suor noturno, dor no tórax e hábito de fumar.

A hemoptise, pode levar, mesmo em quantidades moderadas (200mL), ao risco de sufocamento pelo sangue no pulmão, e conseqüentemente, se não sofrer socorro imediato, pode matar.

Felizmente, na grande maioria das vezes, a principal causa de hemoptise é bronquite e pneumonia, gerando sangramento em pequena quantidade. Os sangramentos em grande quantidade, requerem intervenção rápida, em caráter de emergência, com a realização de broncoscopia e arteriografia para tamponar os vasos.